RSS

DRENAGEM LINFÁTICA

28 Mar

O líquido que se encontra no interstício(, fora das células, será denominado LINFA quando for abrsorvido pelos capilares linfáticos, como está tão bem representado neste desenho MARA que eu fiz rs

A linfa é composta de nutrientes, resíduos do metabolismo, além de vitaminas e gorduras que serão absorvidos pelo sangue e enviados para seus devidos lugares quando esses forem absorvidos pelos vasos linfáticos. É na linfa que também se encontra os microorganismo que são capturados para que eles não caiam na corrente sanguínea causando doenças. (É desse sistema que estamos falando quando dizemos, ” estava com a imunidade baixa e peguei uma baita de uma gripe). Esses microorganismo são capturados pelos linfonodos, que funcionam como uma espécie de “lixeira”, que fagocitam, “matam” e os eliminam.

Isso acontece todos os dias, estamos propenso às inúmeras doenças, submetidos à micróbios de toda natureza, além dos produtos que ingerimos durante a alimentção, e vai “tudo” para a linfa para ser absorvida pelo sangue ou não.

O sistema linfático é extremamente LENTO, isso mesmo L-E-N-T-O,. O fluxo linfático de um homem adulto fica em torno de 2 a 4 litros/dia* ( então mulherada não adianda querer que a fisioterapeuta se acabe de tanto amassar sua barriga durante a drenagem linfática, isso é coisa da massagem modeladora que abordarei em um outro post). E essa linfa pode ficar “parada” no vaso lnfático por loooongos períodos.

Quando, por algum motivo, esse líquido que está entre as células (vide o desenho) aumenta, ele promove uma pressão no vaso linfático, que abre seus capilares para receber os produtos que ela trás; quando são coisas boas como nutrientes, vitaminas, etc, ótimo,  vão logo para a corrente sanguínea e então distribuída para tecidos e órgão, mas na maioria das vezes não são absorvidos só o que é bom, mas isso depende da alimentação, da sua exposição aos microorganismo, enfim tem a ver com seu estilo de vida.

Em outras vezes, como uma fratura, uma cirurgia, uma alimentação rica em gordura ou  sal, após uma infecção ou uma inflamação etc, esse líquido aumenta tanto, que o sistema linfático não dá conta e acaba por não absorver os ítens necessários, pois o vasos capilares se fecham aumentando ainda mais esse líquido e promovendo o inchaço, que pode ser observável, como uma região inchada, ou não . É nessa hora que a drenagem linfática se faz necessária. (vide outra obra prima minha que pode ser mais explicativa rs)

Fig 1 Um vaso linfático normal, com seus capilares abertos, equilibrado por dentro e po fora

Fig 2 Um vaso linfático “cheio”, capilares fechados, pois já está saturado, e o interstício aumentado produzinho o inchaço que pode ser visível ou não.

A drenagem é realizada em movimentos lentos e suaves na direção dos linfonodos que irão eliminar e pode ser feita de várias maneiras

1. Movimentos circulares fixos, ou seja, a pressão é de cima para baixo, sem mover o polegar da pele

2. Movimentos circulares alternados onde se exerce a pressão movendo os dedos na pele, conduzindo a linfa. (vide figura)

 

3. Pressão em bracelete: com pressão intermitente (aperta devagar e soltar) conduzinho também a linfa, e dependendo da região usa-se as duas ou uma mão.

As manobras são realizadas no mesmo local em média de 5 a 7 vezes, coitado o sistema linfático é lento lembra?

Quem vai receber essas linfa e fazer a limpeza necessária são os linfonodos, que estão distribuído por todo o nosso corpo, presentes principalmente próximos às articulações como: tornozelo, atrás do joelho, na virilha, punhos, cotovelos, axilas, em cima da clavícula, atrás da orelha (mulheres quando usamos um brinco e ele inflama já repararam que fica um nódulinho atras do lobo da orelha, então, é o linfonodo que captou o agente inflamatório e logo o iliminará). Existem muiiitos outros, mas esses são os principais.

Durante a drenagem, mas precisamente antes de começar, é necessário esvazià-los, drená-los para eles poderem filtrar as “novas” linfas que enviaremos através da drenagem, e isso deve ser feito com movimentos circulares de pressão por alguns poucos minutos em cada região que for drenada, depois  VOILÁ, só começar a drenagem.

E às vezes pode bater aquela vontade de ir ao banheiro durante a drenagem, então, atenda o chamado da natureza e elimine as impurezas.

IMPORTANTE RESSALTAR AS CONTRA INDICAÇÕES DA DRENAGEM

– CÂNCER (SUSPEITA OU EM TRATAMENTO

– FEBRE

– ERUPÇÕES NA PELE

-PROCESSOS INFECCIOSOS

– INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Isso por que a drenagem aumenta a circulação linfática e sanguínea, e os agentes que causam algumas das alterações acima estão presente no interstício e a drenagem pode fazer eles circularem e cair na corrente sanguínea, ser distibuída pelo corpo e tecidos. Então, JAMAIS façam nessas circunstâncias.

É isso, e se precisarem de drenagem linfática estou aqui.

Relembrando que não precisa ter algum problema para fazer drenagem, 2 a 3 vezes na semana é ótimo para ajudar o corpo a eliminar toxinas e promover a saúde do corpo, e ajuda bastante beber bastante água, ajuda a deixar a linfa mais líquida e mais fácil de ser eliminada.

É isso

Abraços

Ft. Sara Azevedo

CREFITO 43.083

11 8584-8504

 

 

 

 

 

* Drenagem linfática manual corporal – Denise Rodrigues Ribeiro

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Fisioterapia

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: